Imprensa

Comunicados de prensa

Imagem ilustrativa do conteúdo, sem valor semântico

Grupo Santillana, a OEI e Fundação Santillana lançam prêmio para projetos sustentáveis criados em escolas da América Latina

Grupo Santillana, a OEI e Fundação Santillana lançam prêmio para projetos sustentáveis criados em escolas da América Latina
Podem participar do prêmio escolas de ensino público e privado
do Brasil, México e Colômbia

O Grupo Santillana, a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação e a Fundação Santillana se uniram para criar o Prêmio Escolas Sustentáveis. O objetivo é reconhecer projetos sustentáveis que tenham sido criados e desenvolvidos dentro das escolas. Poderão participar escolas de ensino público e privado do Brasil, México e Colômbia. Os projetos devem estar relacionados a temáticas da agenda ESG, da sigla em inglês para meio ambiente, social e governança.

“O Prêmio Escolas Sustentáveis tem o objetivo de valorizar projetos sociais, ambientais e de governança que nascem no âmbito escolar e extrapolam os muros desses ambientes, podendo impactar positivamente as populações do entorno. É um prêmio que valoriza a iniciativa cidadã”, afirma o diretor global de Comunicação e Sustentabilidade da Santillana, Luciano Monteiro.

As iniciativas deverão ser realizadas por equipes de estudantes e de membros das comunidades do entorno das escolas de ensino. É preciso que os projetos inscritos promovam impactos nas escolas e nos seus entornos, mobilizando e conscientizando a população sobre a necessidade de mitigar riscos sociais e ambientais, tanto do ponto de vista individual como coletivo.

Para Francisco Cuadrado, presidente executivo da Santillana, “o prêmio é uma das ações chave dentro da estratégia de sustentabilidade da Santillana. Uma iniciativa com a qual pretendemos sensibilizar a comunidade educativa e, ao mesmo tempo, dar visibilidade às melhores práticas para que sirvam de inspiração ao resto das escolas da América Latina”.

Mariano Jabonero, secretário-geral da OEI, destacou o papel "protagonista" da educação em temas tão transcendentais para a região ibero-americana como o acesso à água, a poluição, a reciclagem ou o aquecimento global. “Promover o interesse e o conhecimento dos alunos pelo ecossistema que os cerca os torna responsáveis por desenhar propostas que, a partir da teoria e da prática, possam gerar resultados positivos que mitiguem as consequências dos efeitos adversos das mudanças climáticas”, afirmou.

Por sua vez, Raphael Callou, diretor da OEI Brasil, ressalta: “Ao longo de sua história, a OEI tem promovido projetos que fortalecem a educação, a ciência e a cultura como ferramentas para o desenvolvimento humano, construindo um presente e um futuro melhor para todos. O Prêmio Escolas Sustentáveis se une a esse ideário ao reconhecer e incentivar nas escolas o desenvolvimento de uma visão e atitude sistêmicas, o que repercutirá positivamente em toda a comunidade”.

A premiação terá duas etapas: uma nacional (contemplando projetos por país participante) e uma internacional, em que serão escolhidos os melhores projetos entre os três países participantes. Poderão participar escolas públicas e privadas de ensino fundamental e médio do Brasil, México e Colômbia.

Na primeira etapa (nacional), serão selecionados seis vencedores por cada país, sendo três referentes ao ensino fundamental e três de ensino médio. As escolas vencedoras que ficarem em primeiro lugar em cada categoria (ensino fundamental e médio) de cada país são elegíveis a participar da seleção internacional.

Serão aceitos projetos desenvolvidos até o final de maio, quando abrem as inscrições para o prêmio. Para mais informações, basta acessar o link:

https://premioescolassustentaveis.com.

Prêmio

Posts relacionados

Registra tu e-mail para recibir nuestras novedades

Nuestras redes

This site is registered on wpml.org as a development site. Switch to a production site key to remove this banner.